“Beijinhos, até breve e obrigado porque me fez crescer e dar alento para continuar a ser mais e melhor neste trabalho tão gratificante mas também bastante árduo que é cuidar do doente paliativo. Todos os dias um encontro renovado com a vida com o que ela tem de mais belo, simples e puro mas também com o que ela tem de sofrimento e angústia”.

Enfermeira